Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Greve dos caminhoneiros paralisa aulas na rede municipal de Redenção

Não há combustíveis para o transporte escolar e já falta merenda e gás de cozinha
Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Educação de Redenção publicou na tarde de ontem, segunda-feira (28), nota de esclarecimento informando que, a partir desta terça-feira (29), não haverá aulas na Rede de Ensino Municipal. De acordo com o Secretário de Educação, Vanderly Moreira, que assina o comunicado, o principal motivo da suspensão das aulas é a greve dos caminhoneiros que hoje entrou no nono dia.

Ainda de acordo com a Secretaria de Educação, a falta de combustíveis deixou parados os veículos que fazem o transporte escolar nas zonas urbana e rural. Até a segunda ordem, os portões das escolas permanecerão fechados.

Dona Eloisa Dias, 58 anos, teme que, com a suspensão das atividades escolares, seu filho seja prejudicado nas avaliações que estavam marcadas para o dia 13 de junho. “Com está paralisação, quem sai perdendo são os alunos. Pois correm o risco de tirar notas baixas neste segundo semestre. Meu filho, por exemplo, poderá ser uma dessas pessoas”, reclamou a dona de casa.

Veja também:  Promotora pede para justiça garantir educação inclusiva em escola de Marabá

De acordo com o prefeito Carlo Iavé Furtado, a suspensão das aulas ocorre ainda por outros dois motivos três motivos: falta de merenda escolar, que vem de outras cidades, e falta do gás de cozinha, pois tudo chega pelas rodovias, as quais se encontram bloqueadas por tempo indeterminado.

Deixe uma resposta