Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Parauapebas terá X Semana de Luta pelos Direitos dos Deficientes

O evento não é apenas para deficientes, mas, para toda a população, sendo um excelente momento conhecer como vivem as pessoas com deficiência
Continua depois da publicidade

Com o objetivo de promover maior conscientização nas pessoas em torno das políticas públicas doso direitos das pessoas com deficiências, acontece, de 18 a 22 deste mês a X Semana de Luta Pelos Direitos da Pessoa de Parauapebas. O evento, realizado pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, pretende reunir representantes da sociedade e autoridades em torno das discussões.

“A ideia é repensarmos a situação em que vivem aproximadamente 4 mil pessoas deficientes em nosso município. E, assim, repensarmos toda a estrutura da cidade que não conta com acessibilidade em vias públicas e ainda em espaços públicos, além de defender as diversas políticas públicas já existentes”, planeja José Monteiro, presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Parauapebas, citando ainda como ponto importante, ouvir as pessoas deficientes e criar pautas de reivindicação a serem apresentadas em âmbito municipal, estadual e federal, listando os pontos em favor dos deficientes.

A X Semana de Luta Pelos Direitos da Pessoa de Parauapebas traz o tema: “Nada sobre Nós, sem Nós” e sua abertura, no dia 18, será dedicada à ações midiáticas, quando representante do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência visitarão emissoras para conceder entrevistas e massificar o evento.

Já no dia 19, das 15h às 18h, no Plenário da Câmara Municipal, haverá momento motivacional e painel sobre a Lei Brasileira de Inclusão. No dia 20 acontece ação educacional e de sensibilização nas escolas, estacionamentos, vias públicas, agências bancárias e hospitais.

 Dia Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência é comemorado o dia 21. E nesse dia haverá passeata, partindo da frente do quartel da PM às 16 horas, seguindo pelas ruas E, 8 e D até a Praça Mahatma Gandhi. O evento continua à noite tendo, a partir das 18 horas, muita música, capoterapia, animação e apresentações culturais no coreto da Praça Mahatma Ghandi.

No dia 22, na Escola Estadual Marluce Massariol, haverá Ação Social, com emissão de carteira de identidade, passe livre municipal, cartão do SUS e cadastramento no CadÚnico. Além de serviço de saúde, com testes de glicemia e aferição de pressão arterial e coleta de material para PCCU. Para o entretenimento haverá jogos esportivos.

De acordo com José Monteiro, o evento só terá sentido se a sociedade se mobilizar e participar. “Não é um evento apenas para os deficientes, mas para toda a população. Este é um excelente momento para os que não têm deficiência conhecerem como vivem as pessoas com deficiência e assim lembrarem sempre que uma calçada ou a porta da residência ou comércio não ficam mais caras por serem feitas com acessibilidade”, frisou ele.

Deixe uma resposta