Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Redenção: PF procura o dono de 900 carteiras de cigarro paraguaio contrabandeadas

O produto foi encontrado no bagageiro de um ônibus que saiu de Goiânia para Xinguara
Continua depois da publicidade

A Polícia Federal (PF) de Redenção está trabalhando no intuito de encontrar o dono de 90 maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. De acordo com o delegado Haydr Martins, a carga foi encontrada pela Policia Rodoviária Estadual (PRE), na divisa do Tocantins com o Pará, na última terça-feira (22), no bagageiro de um ônibus da empresa Hélios, que saiu saído de Goiânia (GO) tendo como destino Xinguara.

A mercadoria apreendida foi entregue na Delegacia de Polícia Civil e, posteriormente, encaminhada à sede da Polícia Federal de Redenção. Por ser tratar de mercadoria contrabandeada, cabe à a PF seguir com as investigações e instaurar inquérito e, quando este for concluído, solicitar à Justiça autorização para incineração dos 90 maços de cigarros, que equivalem a 900 carteiras do produto.

As vendas de cigarros ilegais no Brasil atingiram 48% do volume de vendas do produto no país em 2017. O índice é o mais alto já registrado. Em 2016, o contrabando representava 45% das vendas totais de cigarros; em 2015, o nível era de 30%. Os dados são do Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP). De acordo com a organização, a maioria dos produtos contrabandeados vem do Paraguai. A marca de cigarro mais vendida no Brasil é a Eight, fabricada pela Tabacalera del Este, empresa do presidente paraguaio Horácio Cartes.

Veja também:  Polícia Federal deflagra Operação Tandem em Santarém

De acordo com dados da Receita Federal, a produção de cigarros no Brasil no acumulado de janeiro a novembro de 2017 somou 2,66 bilhões de caixas (de 20 cigarros), 5,4% mais do que o volume registrado nos primeiros 11 meses de 2016.

Deixe uma resposta