Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esportes

Remo fica no empate diante do Botafogo-PB e luta contra o rebaixamento

Restam apenas quatro jogos para o Leão Azul tentar se livrar da degola para a Série D
Continua depois da publicidade

O Clube do Remo ficou apenas no empate sem gols diante do Botafogo-PB, na tarde deste sábado (14), no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, pela 14ª rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.

O resultado foi crítico para o Leão Azul que segue afundado na lanterna da competição nacional. Restando apenas quatro jogos até o final da primeira fase, os azulinos vão precisar de um milagre para escapar da degola para a Série D. O Remo é o 10° colocado com apenas 12 pontos.

O próximo compromisso do Remo será diante do Confiança-SE, no domingo (22), às 19h, no Estádio Batistão, em Aracaju, pela 15ª rodada da Série C.

O jogo: Leão 0 x 0 Belo!

As duas equipes entraram em campo com objetivos diferentes. O Remo para vencer e buscar a saída do Z2 nas próximas rodadas e o Botafogo segurar pelo menos o empate para se aproximar do G4. O time do Belo chegou primeiro com Clayton, que levantou na área e o goleiro Vinícius ficou com a bola. O Leão respondeu quando Rodriguinho tocou para Isac, mas o camisa 9 do time paraense mandou longe da meta adversária.

Outra vez o Remo foi para o ataque e após vacilo da zaga paraibana, Isac tentou marcar, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Os azulinos começaram a mandar no jogo. Em uma bola na área, o goleiro Saulo saiu de soco para aliviar o perigo. Marcos Aurélio achou uma brecha na zaga remista e mandou um chute forte de fora da área, a bola foi em cima do goleiro Vinícius. O atacante azulino Isac recebeu na área, girou e chutou para marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento no lance.

O meia Rodriguinho fez boa jogada e chutou cruzado, o zagueiro Bruno Maia pegou a sobra e chutou para fora, quase abrindo o placar, a torcida do Leão ficou no ‘uh’. Na etapa derradeira, o time azulino foi para tudo ou nada. Em uma investida de bola na área adversária, o goleiro Saulo subiu bem e fez a defesa. O lateral-direito Nininho fez boa jogada individual e deixou Isac na boa para marcar, mas a arbitragem assinalou mais um impedimento.

Veja também:  Clube do Remo vence o ABC no finalzinho e deixa a zona de rebaixamento da Série C

O time do Belo estava tímido em campo, mas chegou após um cruzamento na área, o atacante Leandro Kível finalizou para fora. O atacante Ruan do Remo, que havia entrado o intervalo, sentiu em um lance sozinho e acabou sendo substituído de campo pelo técnico Netão. O atleta azulino saiu chorando muito. O Botafogo quase abriu o placar com Juninho, que chegou batendo de primeira em um chute com estilo, a bola passou perto da meta de Vinícius.

Como o Leão começou a ir para frente, deixou o contra-ataque para o adversário. Em um deles, Nando tocou para Jobinho, que chutou para uma linda defesa do goleiro Vinícius. O desespero bateu na torcida azulina e nos jogadores em campo também. Rodriguinho recebeu passe e resolveu arriscar, mandando muito longe da meta de Saulo. Em uma jogada rápida no ataque paraibano, o goleiro Vinícius defendeu operando um verdadeiro milagre no Mangueirão.

O Remo deu o troco bem rapidamente. Nininho arriscou um chute forte de fora da área, a bola tinha endereço certo, o goleiro Saulo conseguiu espalmar para escanteio. O time azulino teve a chance de ampliar em uma falta quase que frontal. Rodriguinho tirou da barreira, mas parou no paredão Saulo, que defendeu bem. Placar final: Remo 0 x 0 Botafogo-PB.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Nininho, Bruno Maia, Mimica e Fernandes (Ruan) (Eliandro); Dudu, Leandro Brasília e Esquerdinha; Rodriguinho, Gabriel Lima e Isac (Dedeco). Técnico: João Nasser Neto

BOTAFOGO-PB: Saulo; Gedeilson, Gladstone, Júnior Lopes e Daniel; Rafael Jataí (Humberto), Rogério, Juninho e Marcos Aurélio; Leandro Kível (Nando) e Clayton (Jobinho). Técnico: Evaristo Piza

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo – SP

Assistentes: Herman Brumel Vani – SP e Vitor Carmona Metestaine – SP

Cartões amarelos: Gabriel Lima (Remo); Gedeílson, Gladstone, Rafael Jataí e Júnior Lopes (Botafogo)

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Renda: R$ 82.020,00

Pagantes: 4.898

Nação Azul: 746

Credenciados: 1.415

Total: 6.313

Por Fábio Relvas
Foto: Fábio Will/Ascom Remo

Deixe uma resposta