Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

23ª Brigada encerra amanhã operação “Pedro Teixeira” com 1.200 militares

Ao mesmo tempo em que exercita as tropas para atuarem nas Eleições 2018, Exército realizam ações sociais em várias comunidades
Continua depois da publicidade

Nesta sexta-feira, dia 15 de junho, a 23ª Brigada de Infantaria de Selva, com sede em Marabá, encerra as atividades da Operação Pedro Teixeira 2018, como resultado do emprego estratégico da força terrestre e grande unidade operacional do Comando Militar do Norte (CMN). As ações iniciaram no dia 7 deste mês, empregando 1.200 militares nos municípios de Marabá, Altamira, Aveiro, Itaituba, Porto de Moz, Santarém, no Pará. No Maranhão, receberam a operação os municípios de Açailândia, Estreito, Imperatriz, Porto Franco e São Pedro da Água Branca.

Também houve atividades nas áreas de estruturas estratégicas das Usinas Hidrelétricas de Belo Monte, Estreito, Porto de Moz e ao longo da Ferrovia Carajás. Nesta operação militar, as tropas da 23ª Brigada ocuparam toda a porção norte de sua área de proteção integrada, além de parte do Estado do Maranhão, utilizando suas organizações militares diretamente subordinadas, que ocupam suas sedes nas cidades de Marabá, Tucuruí, Itaituba, Altamira e Imperatriz.

Segundo a Seção de Comunicação Social da 23ª Brigada, esta é uma atividade importante de adestramento em operações de garantia da lei e da ordem, envolvendo todas as organizações militares subordinadas, com objetivos voltados para a garantia da votação e apuração, visualizando provável e futuro emprego nas Eleições 2018. Serão utilizados variados modais de transporte pelas tropas, que seguirão para os locais das operações via terrestre (deslocamento rodoviário e ferroviário) e via fluvial.

A Operação Pedro Teixeira foi realizada num amplo espectro, permitindo várias possibilidades de preparo da tropa, buscando ampliar a capacidade de resguardar as estruturas estratégicas já mencionadas, relevantes na área de responsabilidade da 23ª Brigada. Ainda segundo a Brigada, este tipo de operação visa ainda acompanhar a atual situação na área de proteção integrada, aumentando a dissuasão contra potenciais ameaças, demonstrando a capacidade de prontidão e coesão das tropas, focadas na defesa da Pátria e na proteção da Amazônia.

Dentro do contexto da Operação, foram realizadas ações cívico-sociais (ACISO) no dia 11 de Junho, em Porto Franco/MA e no dia 13 de Junho, em Açailândia/MA, local onde foi instalado um posto de comando da operação. As ações contaram ainda com atendimentos médicos e odontológicos, apresentação da Banda de Música do 50º Batalhão de Infantaria de Selva de Imperatriz/MA, espaço para recreação das crianças, além de outros serviços gratuitos para a população, em coordenação com as prefeituras municipais locais. Ocorreram ainda revitalizações de espaços públicos indicados pelas prefeituras dos municípios citados.

Deixe uma resposta