Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Águia vence Paysandu, vira líder e viaja para enfrentar o Remo

Time já conseguiu cinco vitórias em seis confrontos no Campeonato Paraense sub-17 e agora encara dois jogos em 2 dias seguidos
Continua depois da publicidade

Embaixo de um sol muito forte, o Águia de Marabá recebeu o Paysandu na manhã desta quinta-feira, 31 de maio, e venceu seu mais tradicional adversário pelo placar de 2 a 1. A partida era válida pela sétima rodada da primeira fase do Campeonato Paraense Sub-17 e, com a vitória, o time de Marabá assume a liderança de seu grupo.

O jogo aconteceu no estádio Zinho Oliveira, com a presença de mais de 400 torcedores, que motivaram o time da casa. Mas quem saiu na frente foi o visitante, que meteu um a zero logo aos cinco minutos de jogo. Mas no minuto seguinte veio a resposta do Azulão de Marabá, que empatou a partida.

Com melhor controle do jogo, os meninos do técnico Castanhal conseguiram virar o placar aos 22 minutos do primeiro tempo, por meio de William Bruno. Durante o restante do primeiro tempo, o Águia continuava sufocando o adversário, que se defendia e tinha raros lampejos de ataque, mas nenhum levando grande risco ao goleiro do Azulão.

No segundo tempo, o placar não foi alterado, mas o Águia poderia ter marcado mais gols. Os meninos do Papão chegaram a ameaçar em algumas oportunidades, mas não não furou a defesa do time da casa.

Quando o juiz apitou o final da partida, aos 48 do segundo tempo, boa parte dos jogadores ajoelhou-se, levantou as mãos para o céu em gratidão. A torcida – boa parte formada por familiares dos jogadores – invadiu o campo com euforia, como se tivesse vencido o campeonato. “Ganhar do Paysandu é sempre bom, não importa em que categoria”, disse Carlos Henrique Dias, um torcedor apaixonado pelo Azulão.

Veja também:  Independente empata fora e São Raimundo perde em casa pela Série D

Uaghd Rodrigues Mourão, técnico do Águia, mais conhecido com Castanhal, trabalha há dez anos no futebol, sempre com categorias de base. Ele valorizou demais a vitória contra a equipe do Paysandu e revelou que conhece cada um de seus atletas pelo nome e que em pouco tempo se transformaram em uma família. “O espírito aqui é de unidade. Trabalhamos duro por várias semanas e agora estamos colhendo bons frutos, mas a competição não acabou, não ganhamos nada ainda, a não ser a classificação para a próxima fase”, enfatizou.

Mas ao olhar para os próximos dois desafios, o técnico tem razão de sobra para se preocupar. No próximo domingo, dia 3 de junho, sua equipe enfrenta o Clube do Remo, em Belém, e no dia seguinte, segunda, já enfrenta o Atlético Barbarense, equipe de Santa Bárbara. “A palavra de ordem agora é descansar o máximo possível. Comemoramos essa vitória, mas com foco nos próximos adversários”, diz o treinador.

O confronto contra o Barbarense foi adiado da última semana em função do protesto dos caminhoneiros, que impossibilitou a viagem do time marabaense.

O vice-presidente do Águia, Pedro Corrêa, também celebrou a vitória e encheu a equipe sub-17 de elogios, destacando o trabalho exemplar que vem sendo realizado pela equipe técnica, em todas as áreas. “Estamos montando uma base frutífera, com jovens talentos que já estão trazendo alegria para nosso futebol e isso é especial para nós. Esperamos que em breve eles ascendam para o time principal e continuem dando alegria para a imensa torcida de nossa equipe”, disse Pedro.

Ulisses Pompeu – de Marabá

Deixe uma resposta