Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Eventos

Círio de Marabá prevê 200 mil pessoas neste domingo com atração do padre Antônio Maria

O terceiro domingo de outubro é uma data significativa para os católicos de Marabá e região. É quando acontece o Círio de Nazaré, que este ano chega a sua 26ª edição, com a perspectiva de receber cerca de 200 mil pessoas, muitas delas vindas de cidades da região sudeste do Pará, mas também dos estados vizinhos do Tocantins e Maranhão.

Segundo os organizadores, o Círio de Marabá é a terceira maior procissão à Maria realizada no Estado do Pará, ficando atrás apenas da capital Belém e de Castanhal. O bispo Dom Vital Corbelini, da Diocese de Marabá, explica que os preparativos para o Círio de Marabá começaram em setembro com as peregrinações internas e externas da Imagem de Nossa Senhora de Nazaré, micros eventos que preparam o coração dos devotos para a grande procissão. Segundo ele, para este ano são aguardadas cerca de 200 mil pessoas para peregrinarem por um percurso de 7.500 metros. A previsão é de que a caminhada comece por volta de 6h30 e termine às 11 horas, com algumas paradas para celebrações em locais específicos.

O tradicional Círio Fluvial, que ocorre na tarde de sábado, foi cancelado este ano por conta do baixo nível do rio Tocantins. Com isso, o percurso do Círio Fluvial será feito por via rodoviária, através da Transmangueira, uma avenida paralela ao Rio Tocantins. A previsão de saída da procissão rodoviária iniciará às 13 horas com uma celebração na Igreja São Francisco, na Praça Cidade Nova, e a saída do Círio Rodoviário ocorrerá às 14 horas até o Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, na Folha 16, Nova Marabá.

O tema do Círio 2016 em Marabá para este ano é “Maria, ajudai-nos a viver a misericórdia”.

Na avaliação do bispo Dom Vital, o Círio de Marabá é uma extraordinária prova de fé do povo deste canto do País, que ajuda a renovar a fé e a aquecer os corações dos fiéis. “É a fé do povo, que nos une, une a cidade, une as pessoas a Deus e nós temos que estimular sempre mais essa grande festa”, enfatizou o bispo”. Antes da romaria deste domingo (16), será realizada uma missa campal, às 6 horas da manhã, em frente à Catedral Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Velha Marabá. Às 7 horas, a procissão inicia os sete quilômetros e meio, que devem ser percorridos em aproximadamente cinco horas até chegar ao Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, na Folha 16.

No Círio de Marabá também existe uma corda, confeccionada no Nordeste, há nove anos. O símbolo da devoção por Nossa Senhora de Nazaré em Marabá nunca foi cortada pelos romeiros, como acontece em Belém. A corda este ano tem 300 metros e pesa cerca de 220 quilos. Segundo Melquíades Justiniano, responsável pelas atividades artístico-litúrgicas, o Círio de Marabá terá uma programação diversificada, com participação de artistas regionais e nacionais. Nilva Burjack, Dedê Alves, Fabiano Moreira, Júlio César, e ainda o renomado padre Antônio Maria. O manto de Nossa Senhora foi produzido este ano pelo designer de moda Francisco Taveira, o mesmo que confeccionou a vestimenta nos três anos anteriores.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!