Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Doddy Amâncio lança primeiro livro LGBT em Parauapebas

Sergio e Baco uma Historia de Fé, Amor e Fidelidade será lançada pela primeira vez em Parauapebas. Inicialmente foi lançada no Rio de Janeiro pela Editora Metanoia na Livraria Cultura.

Trata-se da primeira dramaturgia teatral para a região e primeira literatura LGBT local a receber uma publicação. A referida obra levou 4 anos de pesquisa para ser produzida e contém ilustrações do artista plástico parauapebense Afonso Camargo. A obra literária foi financiada com recursos do próprio e possui como inspiração a teologia inclusiva, além da textualidade ser baseada em fatos reais.

Obra e conteúdo

A obra é um roteiro teatral que reconstrói a vida dos cristãos primitivos durante o Império Romano a partir da história de Sérgio e Baco, dois oficiais que integraram o exército do imperador romano Maximiano (286 d. c. – 305 d. c.). Convertidos ao Cristianismo, eles constituíam um casal homossexual respeitado pela Igreja da época. Viveram na Síria, atual Capadócia estabelecendo uma relação de fé, amor e fidelidade um para com outro, ajudando a igreja cristã ali presente e enfrentando perseguição religiosas a mando do imperador Diocleciano.

Serviço

O lançamento do livro será na plenária cultural da Secult, às 19h do dia 13/08/2016.

Contatos – 94- 992128084 – 84138448- 84043757

Sobre o autor 

Doddy Amâncio nasceu em Belém do Pará e reside há 5 anos em Parauapebas. É formado em Biblioteconomia pela UFPA e Especialista em Docência do Ensino Superior pela Universidade Estadual do Ceará. Ator formado pela Escola de Teatro e Dança da UFPA e atual Coordenador da ATP- Associação de Teatro de Parauapebas e diretor fundador da Cia. Gente de Teatro, organizada em março de 2013, cujos os seus trabalhos sempre estão em cena na cidade, entre eles ”O gato de botas”, “Letras em Cena, uma Performance Poética” e ”A filha Prodiga”.

Comentários ( 2 )

  1. Realmente,papel aceita tudo…
    Qual a importância de um livro que aborda um tema desses?
    Quando o autor mescla,fé,amor e fidelidade,está tentando camuflar suas reais intenções,a difusão de praticas comportamentais anômalas,não quero com isso dizer que não tenha o direito de fazê-lo,não concordo apenas com a maneira dissimulada como o faz.
    Enfim,saudades dos tempos em que fumar era bonito e outros comportamentos depunham contra a moral e os bons costumes.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!