Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Exposição na Casa da Cultura de Canaã traz a história do cordel paraense

As amostras relembram um pouco da história da literatura de cordel desde o seu surgimento até a chegada à Região Norte
Continua depois da publicidade

Os poemas impressos nos pequenos folhetos estão pendurados ao barbante pelos prendedores de madeira, à espera dos leitores que costumam embarcar em uma viagem ora divertida, ora cheia de mistérios, proporcionada pelos poemas populares da literatura de cordel, em cartaz na Casa da Cultura de Canaã dos Carajás.

A exposição, que traz como tema “A história da literatura de cordel paraense”, é composta por dez painéis plotados sobre PVC e vem com o objetivo de divulgar o trabalho de artistas paraenses que vêm conquistando cada vez mais espaço na mídia, nas bancas de revistas e livrarias.

Nos últimos anos, os trabalhos desenvolvidos por artistas paraenses têm ganhado destaque na Feira Pan-Amazônica do Livro, que acontece anualmente em Belém.

A exposição, que ficará em cartaz até o dia 22 deste mês, reverencia a obra de cordelistas renomados, como: Antônio Juraci Siqueira, Socorro Rebouças, Hugo Caetano, Adão Almeida dos Santos, Lusinete Bezerra da Silva (Lusa Silva), Ducarmo Souza, Jaddson Luiz Sousa Silva, Apolo Monteiro de Barros (Apolo da Caratateua), João de Castro Ribeiro, Ubiraci Arnóbio Ferreira da Conceição, Cláudio Cardoso de A. Costa (Seu Cardoso), Arodinei Gaia de Sousa, Francisco Mendes e Vicente Sales.

Veja também:  Inscrições para oficina de Cordel em Canaã encerram neste sábado

As amostras, que também relembram um pouco da história da literatura de cordel desde seu surgimento até a chegada à Região Norte, estão abertas para a apreciação do público em geral de terça a sábado das 8h às 18h.

Deixe uma resposta