Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
esporte

Governo do Estado do Pará assina contrato para a realização do Campeonato Paraense de 2018

Serão investidos mais de R$ 6 milhões no “Banparazão 2018”. O Parauapebas Futebol Clube vai receber uma boa cota pela sua participação

Representantes do Governo do Estado do Pará, dos dez clubes que irão participar do Parazão 2018, da Federação Paraense de Futebol (FPF) e Cultura Rede de Comunicação (Funtelpa) assinaram na manhã desta segunda-feira (08/01), no Palácio do Governo, que fica localizado na capital Belém, o contrato para a realização do Campeonato Paraense de Futebol Profissional de 2018. Serão investidos mais de R$ 6 milhões no “Banparazão 2018”.

Assim como em 2017, o campeonato deste ano levará o nome do Banco do Estado do Pará (Banpará), instituição financeira que vem garantindo a realização evento, com R$ 3.400.800,00 investidos. O apoio foi ratificado por meio da Casa Civil da Governadoria, Banpará, Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e Rede Cultura, na presença de Simão Jatene, governador do estado do Pará.

Desde 2010, o Governo do estado garante a realização do Campeonato Paraense, que nesta temporada terá a participação de 10 times, sendo oito do interior e dois da capital. “Esse evento é um esforço cada vez maior de dar dinamismo ao nosso esporte, fazendo do futebol uma ferramenta de integração do estado. Isso contribui para que o Pará se conheça melhor, para que as torcidas possam se confraternizar. Essa integração dá toda a grandeza e todo o simbolismo para esse momento. Mesmo com a crise, estamos fazendo esforço para manter o apoio e utilizar o esporte como esse elemento que une os times de todas as regiões do Pará”, pontuou Simão Jatene, governador do estado do Pará.

Transmissão

Pelos direitos de transmissão exclusiva do evento, a TV Cultura do Pará vai destinar R$ 2.956.800,00. Desse total, 20% serão utilizados para premiar os melhores do Campeonato Paraense. Com isso, 115 municípios poderão assistir à transmissão dos jogos do Parazão, alcançando quase seis milhões de paraenses.

“O governo entende a importância desse apoio, está mais uma vez muito perto dos times e das torcidas, e a gente reafirma esse compromisso com a parceria com o Banpará. Iremos transmitir o campeonato este ano 100% em HD, e pra gente, vai ser uma emoção a mais”, disse Adelaide Oliveira, presidente da Cultura Rede de Comunicação.

A Federação Paraense de Futebol, também pontuou sobre a parceria. “Para nós, que gerimos o futebol paraense, é muito importante essa parceria com o Governo do Estado. As dificuldades são grandes, mas o governo vem honrando o compromisso com a gente e a população paraense, garantindo a realização do Parazão”, destacou Adelcio Torres, presidente da Federação Paraense de Futebol.

O Paysandu Sport Club, atual bicampeão estadual, também reforçou a importância do apoio do governo. “Sem esse apoio do Governo do Estado, talvez hoje o campeonato não se sustentasse. Esses investimentos possibilitam a participação dos times do interior e isso é muito bom para o campeonato. Então, só temos a agradecer ao governo e acreditamos que esse trabalho continuado vai reforçar os times do interior”, disse Tony Couceiro, presidente do Paysandu.

Há 11 anos sem disputar a primeira divisão do Campeonato Paraense, o Bragantino, time do município de Bragança, é um dos clubes mais motivados para o início do Banparazão depois da conquista do tricampeonato da Segundinha, competição que classificou as duas melhores equipes para o Parazão deste ano. Além do Bragantino, o Parauapebas também garantiu vaga após o vice-campeonato estadual. “O apoio que o governo está dando é de suma importância para os times do interior prepararem suas equipes e, principalmente pra gente, que está afastado, sem receita. Nosso município está muito motivado com o nosso retorno e só temos a agradecer ao governador Simão Jatene”, destacou Cláudio Wagner, o popular Cláudio da Van, presidente do Bragantino.

Os investimentos do governo no campeonato vêm sendo decisivos também para o Clube do Remo, que aproveita a receita para quitar algumas dívidas. “Todos esses anos estamos recebendo essa ajuda e esse dinheiro já vai direto para a Justiça do Trabalho, para ajudar a pagar nossas dívidas trabalhistas com ex-jogadores. Quando assumi o Remo, em 2015, a dívida era acima de R$ 10 milhões e hoje, está em cinco. Então, só temos a agradecer ao Governo do estado”, disse Manoel Ribeiro, presidente do Clube do Remo.

Confira a 1ª rodada do Banparazão 2018, que começa no próximo dia (13/01).

Independente x Paragominas – sábado (13/01), às 20h, no estádio Navegantão, em Tucuruí

Águia x Castanhal – domingo (14/01), às 16h, no estádio Rosenão, em Parauapebas

Remo x Bragantino – domingo (14/01), às 16h, no estádio Mangueirão, em Belém

São Raimundo x Cametá – domingo (14/01), às 16h, no estádio Barbalhão, em Santarém

Paysandu x Parauapebas – quarta-feira (17/01), às 20h30, no estádio da Curuzu, em Belém

Deixe uma resposta