Conosco Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Hospital Municipal de Parauapebas perde mais um médico

O Dr. Rômulo Pereira Maia (foto), que até a semana passada era prestador de serviços como cirurgião para a Secretaria de Saúde de Parauapebas, pediu demissão. O médico, um dos mais conceituados do município, alega que as más condições de trabalho oferecidas pela secretaria, o baixo salário, o difícil comunicação com o Secretário e o corte das horas-extras foram os motivos do seu pedido de demissão. Ainda segundo Dr. Rômulo, existe hoje uma grande má vontade na prestação de serviços por parte dos assistentes e funcionários do Hospital Municipal em virtude do não pagamento das horas.

Dr. Rômulo confidenciou que o HM hoje é um grande barril de pólvora para os médicos que lá trabalham. A falta de equipamento e medicamentos, aliada a baixa renda dos assistentes provocam uma situação que para o profissional que labuta com vidas humanas, está se tornando insuportável. “ Não vale a pena arriscar a carreira em um local onde a política e os favores estão acima do objetivo maior que é a saúde da população”. 

Romulo Maia
Veja também:  Senador José Sarney vai para a UTI para tratar infecção pulmonar

Comentários ( 7 )

  1. É um grande profissonal, Alem do Romulo Dr. Francisco o Cubano tambem pediu para sair pois não aguentou a falta de material e pessoal no HMP. O que o Dr. Romulo disse é apenas a ponta do Iceberg.

  2. É meu Caro Zedudu, mais médico bom !! O HMP esta sem condições para trabalhar. A saúde esta doente. Não tem material para trabalhar. Enquanto João Fontana e Sua equipe desvia dinheiro, a saúde anda precária…

  3. Venho comunicar também que estou pedindo licença não remunerada da prefeitura por falta de condições de trabalho e pela imposição da secretaria em que os médicos atendam 20 consultas em 4 horas quando o sugerido pelo ministério da saúde é que uma consulta dure no mínimo 15 minutos. Desta forma não dá para trabalhar. Após 7 anos de secretaria estou abandonando o barco, pois este já afundou com o Sr. secretário.

    Dr. Ricardo Wagner

    Médico especialista em ginecologia e obstetricia

  4. EU FUI OPERADA DA VESÍCULA POR ESSE DOUTOR. ELE FOI MUITO ATENCIOSO E PROFISSIONAL.
    ESTOU INDIGNADA POR ELE TER SAÍDO DO HOSPITAL.
    SERÁ QUE NINGUÉM VAI FAZER NADA PARA IMPEDIR QUE A SAÚDE DA CIDADE CONTINUE FRACASSADA?
    ATÉ QUANDO O PREFEITO VAI SEGURAR ESSE SECRETÁRIO? QUAL É O ACORDO DELES? E O VICE PREFEITO QUE É MÉDICO E “DEVE” SABER QUE NÃO HÁ CONDIÇÕES DO HOSPITAL FUNCIONAR?

  5. é amigos, nao intendo qual foi o acordo do prefeito com o tal secretario, pois o mesmo desde quando assumiu a secretaria vem tratando os profissionais dessa forma. nota-se que a grande maioria tem uma queixa do secretario, e todo mundo sabe disse mais o prefeito nada faz. ai estar mais uma derrota do povo na sua escolha, agora vem a famosa dobradinha darci apoiando bel, quem nao lembra dessa mulher no poder, com seus secretarios? pois é, vamos observar e votar em quem tem realmente compromisso com o povo…
    ja pensou, o darci apoiando a bel, em vez do milton? que derrota pros ptistas, nao?
    mas, vai ver o fontana com o pmdb tem um trunfo escondido nas mangas contra a tal admin. ja pensaram nisso?

  6. Alguém já comentou que o Secreario Municipal de Saúde, sr., Evaldo Benevides, assumiu o cargo por conveniências polírticas, capacidade para exercer a função, não tem nenhuma. Ele é bom mesmo é para vender bicicletas, televisões, panelas de pressão e outros eletrodomésticos. Portanto, essa crise na SAÚDE, quem “paga o pato” é o povo, que sofre as consequências de uma importante secrearia ser pessimamente mal administrada, unicamente pela falta de competência do secreario de saúde, sr. Evaldo Benevides.

Deixe uma resposta