Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esportes

Independente vence o Plácido de Castro no Estádio Navegantão pela Série D

O gol único do jogo foi assinalado pelo atacante Fidelis e agora o Galo Elétrico soma quatro pontos no Grupo A2

Pela segunda rodada do Grupo A2 do Campeonato Brasileiro da Série D, o Independente de Tucuruí recebeu o Plácido de Castro-AC, no Estádio Municipal Antônio Dias, o Navegantão. O Galo Elétrico venceu, por 1 a 0, com o gol marcado pelo atacante Fidelis, aos 15 minutos do segundo tempo. Com o triunfo, o Independente chegou à segunda colocação, com quatro pontos.

O time do técnico Sinomar Naves volta a campo no próximo domingo (06), valendo pela terceira rodada da Série D, quando enfrenta o Santos-AP, líder do grupo com os mesmos quatro pontos do Galo Elétrico. A partida está marcada para, às 16h, no Estádio Municipal Antônio Dias, o Navegantão, em Tucuruí.

O jogo: Independente 1 x 0 Plácido de Castro

A partida começou debaixo de chuva, castigando o gramado do Estádio Navegantão. Na primeira chance do Independente, o atacante Fidélis tentou marcar, mas parou no goleiro Máximo. O Plácido de Castro respondeu em um cruzamento de David, a bola passou por toda a extensão da área e ninguém aproveitou o lance. O primeiro tempo foi equilibrado, com o Galo Elétrico tendo mais posse de bola.

A segunda etapa começou em um ritmo acelerado, com os dois times se atirando ao ataque. Quem chegou para marcar foi o Independente, após um vacilo da zaga acreana, o atacante Fidelis aproveitou a sobra e mandou para o fundo do barbante do goleiro Máximo, aos 15 minutos, 1 a 0, para a festa da torcida do Galo Elétrico. O Tigre do Abunã, como é conhecido o Plácido de Castro, tentou o empate com o atacante Marcelo Brás, mas parou na defesa do goleiro Dida.

Veja também:  Independente empata fora e São Raimundo perde em casa pela Série D

O Galo Elétrico voltou a atacar, mas o goleiro Máximo defendeu para o time acreano. Um lance muito questionado pelo time do Plácido de Castro aconteceu aos 28 minutos, quando em uma joga na área, a bola tocou na mão de um defensor do time paraense, a arbitragem não assinalou pênalti. No finalzinho, quase o Independente ampliou, com o atacante Pecel, que acertou a trave e na sobra Fidelis mandou para fora. Nos minutos finais, ainda deu para o goleiro Dida defender um chute do adversário, garantindo a vitória para o time de Tucuruí. Placar final: Independente 1 x 0 Plácido de Castro.

“Nós fizemos um excelente jogo, tivemos um volume bem maior que o adversário, nós tivemos uma intensidade muito boa, tanto no primeiro tempo como no segundo. Depois de termos construído o resultado, o placar de 1 a 0, mesmo a equipe adversária esboçando uma reação e se jogando para cima da gente, tivemos a oportunidade de ter matado o jogo e até de um placar dilatado pela função de tudo que nós construímos, mas faltou um pouco de tranquilidade para que a gente pudesse ter transformado em gols, todas as oportunidades que foram criadas”, afirmou Sinomar Naves, técnico do Independente.

Por Fábio Relvas
Fotos: Lindoberto Filho

 

 

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta