Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Comércio

Marabá: Campanha quer aquecer vendas no comércio local

O evento tem à frente o Conselho de Jovens Empresários de Marabá (Conjove) e a Associação Comercial e Industrial de Marabá (ACIM), além de outros parceiros.

O Conselho de Jovens Empresários de Marabá (Conjove) e a Associação Comercial e Industrial de Marabá (ACIM) promovem a 2ª edição do Liquida Geral nos dias 6 e 7 de outubro. “A campanha tem como principais objetivos: fortalecimento e união das entidades empresariais, promover o aquecimento das vendas e recuperação de crédito das empresas nas principais ruas comerciais de Marabá e estimular a criação de novas empresas e geração de renda nos setores produtivos da economia local”, ressalta Caetano Reis, Presidente do Conjove Marabá.

Nesta segunda edição de Marabá, Conjove e ACIM esperam a adesão de 150 empresas no mínimo e será oferecido o suporte nas áreas de crédito e cobrança e em vendas como a realização do Seminário de Proteção ao Crédito, com palestra destinada a empresários e analistas de crédito e a palestra motivacional destinada a um número maior de comerciários, no intuito de orientar sobre as técnicas de vendas, atendimento e negociação.

Para realização do evento, os organizadores contam com o suporte e coordenação do SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa e o Apoio Institucional do SINDICOM – Sindicato Patronal do Comercio Varejista de Marabá, do CDL – Câmara dos Dirigentes Lojistas de Marabá e da SICOM – Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Mineração, Ciência e Tecnologia de Marabá.

O sucesso do evento através da aceitação das empresas e o aumento considerável do volume de negócios realizados credenciaram sua repetição para este ano. Neste sentido, espera-se repetir o grande sucesso do ano passado, quando 80% das empresas participantes tiveram suas vendas em níveis melhores do que o Natal de 2015, e 70% melhores do que o Natal de 2016, dois meses depois do evento. “Entendendo a importância desse momento da economia para de fato construir uma nova realidade, capturando as oportunidades de negócio ao tempo em que enfatiza a importância do fluxo comercial e de negócio como fatores de desenvolvimento, é que levaram as entidades de classe a impulsionar o potencial dos micros, pequenas e médias empresas do município, através de eventos da classe empresarial, que propiciem o aumento de vendas e atraiam cada vez mais clientes”, alinhavou Caetano.

Deixe uma resposta