Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Invasão

Membros da Fetraf invadem Fazenda São Luiz, da Vale, e baleiam cinco seguranças

Fazenda é fruto de compensação ambiental

Hoje pela manhã houve uma nova tentativa de invasão à Fazenda São Luiz, da Vale, no município de Canaã dos Carajás.  Cerca de 50 pessoas ligadas à Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar – Fetraf –  participaram da invasão, que culminou com cinco funcionários da empresa Prosegur Brasil, que faz a vigilância da fazenda, feridos à bala. Eles foram encaminhados ao Hospital Geral de Parauapebas.

Em junho de 2015 a Fazenda São Luiz, comprada pela Vale como parte do plano de compensação determinado pelo Ibama para obtenção da licença de implantação de seu projeto de expansão na região, foi invadida, mas a justiça determinou a reintegração de posse à Vale em fevereiro passado. O mesmo grupo, ligado à Fetraf, tentou invadir a área em agosto passado.

Os invasores também bloquearam o acesso à Mina do Sossego durante toda a manhã, impedindo os funcionários de chegarem ao trabalho.

A área, por ser destinada à compensação ambiental de projeto de mineração, não pode ser desapropriada para reforma agrária por força da Lei. Mesmo assim, os invasores questionam a documentação e posse da Vale desde que a mineradora adquiriu a área.

Em nota sobre a tentativa de invasão enviada ao Blog, a Vale afirma:

No fim da manhã de hoje, 17/11, ocorreu uma nova tentativa de invasão à Fazenda São Luiz, pertencente à Vale, em Canaã dos Carajás, no Pará. Cerca de 50 pessoas da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf) participaram da ação e também bloquearam o acesso à Mina do Sossego. Os invasores atiraram contra a equipe de vigilância da Vale. Cinco empregados foram baleados e encaminhados ao hospital de Parauapebas. Em fevereiro deste ano, a Justiça determinou a reintegração da Fazenda, invadida em junho de 2015. Em agosto deste ano, houve nova tentativa de invasão. A área da Fazenda São Luiz é de grande importância ambiental e foi adquirida pela Vale como parte do plano de compensação determinado pelo Ibama para obtenção da licença de  implantação de seu projeto de expansão na região.

 

Deixe uma resposta