Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Ossada encontrada no bairro Cidade Jardim não é de Ana Karina, afirma laudo. Contraprova será feita para Josiane Alves

      

No início do mês de novembro do ano passado, um crânio e parte de um osso da bacia de um ser humano foram encontrados no bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, depois que uma empresa adquiriu dois caminhões de terra para aterrar um terreno.

Em dezembro o Instituto Médico Legal de Parauapebas recolheu o material genético das famílias de Ana Karina (assassinada em 10 de maio de 2010, em Parauapebas e cujo corpo está desaparecido) e Joseane Alves (desaparecida desde 08/01/2012) para que uma comparação com o DNA da ossada encontrada fosse feito.

Segundo o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” a ossada encontrada pertencia a uma pessoa do sexo feminino. Todavia, foi totalmente descartada a hipótese de ser de Ana Karina.

Há cerca de 15 dias, o IML em Parauapebas colheu novamente o material para comparação com o da família de Josiane Alves pra que um exame de contraprova fosse feito. O laudo não afirma que o material encontrado é de Josiane, mas o Instituto Renato Chaves, em Belém, solicitou novo material genético para tirar todas as dúvidas. O resultado final do exame deverá ficar pronto em 45 dias.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!