Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Trânsito

Parauapebas: Rodovia Raimundo Mascarenhas será fiscalizada pelo DMTT

A partir de janeiro, DMTT estará equipado para flagrar excesso de velocidade e motoristas alcoolizados na estrada que dá acesso às minas de Carajás
Continua depois da publicidade

Desde a última terça-feira (05), a Rodovia Raimundo Mascarenhas, localizada na Floresta Nacional de Carajás (FLONACA), que dá acesso ao Aeroporto, Núcleo Urbano e Mina de Ferro está sob a responsabilidade da Prefeitura de Parauapebas. O convênio assinado entre a Mineradora Vale e o prefeito Darci Lermen, que tem vigência de dois anos, tem o objetivo de melhorar a segurança e a fiscalização no trânsito da rodovia para cerca de 110 mil veículos que circulam mensalmente.

De acordo com a Assessoria da Mineradora, a necessidade de repassar essa gestão é por falta de poder punitivo da empresa quanto as infrações de trânsito. “A rodovia foi monitorada por radar entre 2013 e 2015 e as duas ocorrências mais registradas foram excesso de velocidade e ultrapassagem perigosa. Como empresa privada não podíamos fiscalizar como determina a legislação”, informou.

Entre as atribuições, o convênio definiu que cabe à prefeitura a implantação e manutenção de um radar na rodovia, fiscalizações e blitz de trânsito sistemáticas e campanhas educativas da portaria da Serra de Carajás até a portaria da Mina – N5, em um trecho de aproximadamente 30 quilômetros. Além de aplicar medidas cabíveis nos casos de infrações.

Para a Vale ficou determinado o fornecimento de três aparelhos de etilômetro, para teste de alcoolemia durante as blitzes, uma sala com mobiliário e equipamentos para atuação do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte – DMTT, como telefone, rádios comunicadores, carro com combustível para a equipe atuar na estrada, auxiliar no planejamento das atividades mensais e manter a sinalização de placas e faixas, como conservação da pista, conforme já é realizado frequentemente. A Mineradora também vai patrocinar material de divulgação para conscientização de trânsito (10 outdoors, 300 camisetas e inserções em jornais).

Veja também:  Prefeitura de Parauapebas realiza campanha de trânsito durante a Copa

Os moradores do Núcleo Urbano de Carajás comemoraram o novo tipo de fiscalização na rodovia: “Ainda bem! Está precisando mesmo, pois presencio muitas ultrapassagens perigosas e falta de respeito com a velocidade e a sinalização da via”, comentou uma moradora em um grupo de WhatsApp formado por residentes em Carajás.

Uma funcionária pública que mora no Núcleo e pediu para não ser identificada também aprovou a responsabilidade do município na gestão da estrada, já que desce diariamente para trabalhar em Parauapebas. Ela ainda se recupera do último acidente que sofreu na Rodovia Raimundo Mascarenhas, na entrada do Aeroporto. “Acredito que essa parceria vai agregar muito em nossa segurança. O índice de acidentes é alto devido aos condutores imprudentes que não respeitam a sinalização”, relatou. E ela ainda sugere: “A via de acesso ao Aeroporto precisa de um semáforo, pois só o acostamento não está sendo o suficiente para amenizar os acidentes no local. Os condutores insistem em entrar no aeroporto sem usar o acostamento. Já sofri dois acidentes em menos de um ano no mesmo local”.

De acordo com a direção do DMTT, a fiscalização iniciará a partir de janeiro quando o Departamento receberá os materiais da Vale e o convênio com o Detran-PA que autoriza o município fiscalizar rodovias estaduais que cruzam Parauapebas estiver assinado.

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta