Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Presos

Polícia Civil de Minas Gerais apreende 11,4 mil lacres do Detran-PA encontrados em Contagem-MG

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga a origem de 11.421 mil de uso exclusivo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Pará. Os materiais foram encontrados em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e a suspeita da polícia é de que eles seriam usados por criminosos para clonar veículos.

O material foi apreendido em 13 de outubro. Segundo o coordenador de operações policiais do Detran-MG, Cláudio Freitas Utsch Moreira, um artista plástico encontrou o material dentro de uma caçamba no Bairro Riacho das Pedras. A intenção dele era usar os lacres para fazer uma árvore de Natal. No entanto, um conhecido disse a ele que achava que eram lacres de placas. O artista procurou o Detran e uma equipe foi até a casa dele para fazer a apreensão.

O delegado informou, nesta quarta-feira, que a Delegacia Especializada de Investigação de Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DEIFRVA) já havia apreendido veículos clonados com placas lacradas com selos do Pará. Com a apreensão, eles verificaram que os lacres eram de um lote destinado ao Detran daquele estado.

Inicialmente, a suspeita era de que um lote de lacres destinado à cidade de Jacundá teria sido furtado. No entanto, em visita de representantes do Detran-PA, durante essa semana, a Polícia Civil descartou a possibilidade, já que existem lacres originais utilizados no Pará. Agora, os investigadores mineiros trabalham com a hipótese de que esses lacres sejam “dublês” dos que estão sendo utilizados no Pará. O delegado Moreira informou que a fábrica que produz os lacres será investigada.

O major Glauco Pereira de Medeiros, coordenador de segurança e inteligência do Detran-PA, disse que também está apurando o caso. Segundo ele, a equipe está fazendo uma apuração interna para verificar se a numeração dos lacres de lá bate com os encontrados em Minas. O trabalho é feito em parceria com a Polícia Civil mineira e alguns lacres já foram enviados para apuração. Conforme Medeiros, de 17 números de lacres verificados,  dez estão em placas no interior do Pará, o que, segundo ele, prova que pelo menos essa quantidade de lacres foi clonada. Outros cinco lacres não foram identificados e dois estão em estoque.

Legislação

De acordo com a Polícia Civil, desde 2007, o Detran-MG já havia sugerido a inserção do número do lacre da placa no campo de observação do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV)  para coibir adulterações de veículos.

No momento, a inserção do número do lacre é analisada pelo grupo de estudos do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), junto ao Conselho Nacional de Trânsito. A previsão é que a informação conste no novo modelo de CRLV que deve começar a ser utilizado em 2017.

Todos os lacres foram contados, envelopados e enviados para perícia no Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Minas Gerais. Depois disso, serão devolvidos ao Detran Pará.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!