Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Prefeitura

Prefeitura pede 30 dias para resolver drama do lixo acumulado em Marabá

Em alguns locais de Marabá, o lixo não era coletado a mais de 30 dias

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

A cidade tem pressa, o lixo se acumula por todos os cantos e a nova gestão da Prefeitura de Marabá corre contra o tempo para minimizar o problema, inicialmente, até resolvê-lo a médio prazo. Para isso, a Secretaria de Urbanismo está contratando garis e caminhões para coletar o lixo da cidade. Tudo feito com urgência (para ontem).

O novo secretário de Urbanismo, Múcio Andalécio, disse que a Semsur recebeu a cidade “imunda” e a empresa responsável pela coleta não realizava o serviço corretamente e “fingia” que coletava, ocasionando bolsões de lixão em todos os bairros. “Estamos realizando, com urgência, a contratação de garis e de caminhões para podermos atender as necessidades do município nessa demanda de saúde pública. Esses lixões atraem ratos, baratas, mosquitos da dengue e zica”, observa Múcio, reconhecendo que a comunidade não suporta mais conviver com tanto lixo.

Na avaliação dele, uma empresa que recebe por tonelada transportada, quando o lixo está na rua e ela não quer coletar, “não podemos considerá-la capaz de efetuar esse serviço”, ressalta.

Por conta disso, a nova gestão decidiu assumir o serviço de coleta e já colocou algumas equipes nas ruas. Múcio reconhece que elas são insuficientes, ainda, coletando apenas no centro da cidade, mas garante que esse quadro será ampliado logo para atender todos os bairros.

Nas contas do novo secretário de Urbanismo, serão necessários entre 20 a 30 dias para que os lixões sejam recolhidos e a Prefeitura normalize a coleta na cidade.

Ontem, quarta-feira, logo cedo, centenas de pessoas estavam na porta da Secretaria de Obras para entregar currículo e tentar uma vaga. Questionado pela reportagem, Múcio adiantou que os ex-funcionários da Limpus que desejarem trabalhar contratados diretamente pela prefeitura poderão ser admitidos, mas não há garantia de contratação. Não se sabe por que, mas ele não quis revelar quantos garis serão contratados e nem quantos caminhões serão utilizados nesta força-tarefa inicial para organizar a coleta de lixo em Marabá. “Posso afirmar que toda a cidade será limpa”, sustentou.

Grotas
O novo secretário garantiu que as dezenas de grotas que cortam a cidade e que estão sujas, com lixo, também terão prioridade da atual gestão para evitar alagamentos. Quanto aos matagais que crescem rapidamente neste período de chuva, ele disse que a prioridade número 1 é a coleta de sacola de lixo, que atrai doenças.

Múcio reconhece que é difícil as pessoas manterem o lixo na porta de suas casas, formando lixões nas esquinas, o que acaba atrapalhando o trabalho dos garis. Precisamos do apoio da população para que nosso trabalho seja realizado o mais rápido possível”, pediu.

Comemoração
Na manhã desta quinta-feira, 5, na Folha 27, Quadra 9, núcleo Nova Marabá, moradores chegaram a aplaudir a chegada do caminhão de coleta de lixo por volta de 9 horas e até ofereceram água e suco para os garis. A dona de casa Cláudia Ricarti disse que o lixo não era coletado naquela via há mais de um mês e que os moradores se cotizavam para pagar uma carroça para levar o lixo para bem longe dali.

Comentários ( 3 )

  1. Se depender da agilidade do secretaria de urbanismo “Mucio” ele acaba essa limpesa no final do mandato, pense num cabra lento e sem iniciativa

  2. So pra saber esse Múcio não e aquele que responde ou respondeu um processo por ser socio de traficantes aqui em Marabá? Se nao Me engano e o Tal de Leonardo dias Mendonça

Deixe uma resposta