Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
evento

Produtores rurais comemoram aumento da produção leiteira com doação de mais de mil litros de leite

Mais de 50 produtores rurais de Parauapebas participam do Projeto Balde Cheio
Por Dayse Gomes

Os moradores da Vila Palmares I e II, da zona rural de Parauapebas, receberam 1.380 litros de leite doados pela Cooperativa de Produção Agropecuária de Palmares (Palmares Coop). Essa foi a primeira ação social da cooperativa depois do resultado positivo registrado nas pequenas propriedades rurais através do projeto Balde Cheio. Além do leite, a comunidade também recebeu 1.500 pães e a criançada ganhou pipoca e bombons.

Há 3 anos, o projeto vem sendo executado por um grupo de 52 agricultores da Associação dos Produtores Rurais de Parauapebas (Assopar), através da implantação de novas técnicas de manejo de terra e de produção de leite, que é a principal fonte de renda da comunidade. O projeto Balde Cheio foi implantado nas propriedades, através de uma parceria entre a Vale Coop, Assopar, empresa Vale e consultores da Proagri – Empresa de Desenvolvimento de Projetos Agrícolas.

Vicente Pereira Leandro, presidente da Palmares Coop, disse que as novas técnicas aplicadas nas propriedades possibilitaram um salto de produtividade em menos de um ano. Em fevereiro de 2016, a produção de 3,91 litros produzidos por cabeça, subiu para 6,99 litros por vaca, na última coleta de dados realizada em dezembro do mesmo ano. “O objetivo é melhorar a renda de forma sustentável e a qualidade de vida das famílias, através do aperfeiçoamento do sistema de produção, bem como qualificar as famílias“, destacou Vicente.

Os produtores foram estimulados a criar a cooperativa que vem organizado o trabalho e facilitando o acesso aos insumos. A estimativa é de um aumento de 500 litros de leite, por dia, para cada produtor.

Projeto Balde Cheio

Desenvolvido por uma equipe de pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de São Carlos (SP), o projeto Balde Cheio tem como propósito levar a tecnologia desenvolvida nas universidades para o pequeno produtor rural, através de capacitação dos técnicos envolvidos, tendo como o melhoramento da qualidade da alimentação do rebanho bovino, contribuindo para o aumento da produtividade leiteira.

Existem unidades demonstrativas que são as “propriedades pilotos” de pequenos produtores para a realização do projeto. Os produtores recebem assistência técnica gratuita mas precisam cumprir com as obrigações: fazer os exames periódicos brucelose e tuberculose; cumprir com as orientações acordadas com os técnicos; fazer o controle zootécnico e financeiro e manter as portas das propriedades abertas para outros produtores visitarem e servir de sala de aula.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!