Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Capacitação

Projeto Pescar abre seleção para jovens de Parauapebas

Pelo segundo ano consecutivo, as vagas serão para quem tem entre 16 a 19 anos e que moram no Complexo VS10

A unidade do Projeto Pescar em Parauapebas abriu 20 vagas para jovens de 16 a 19 anos, que residem no Complexo VS10, para capacitação, gratuita, em 2018. O curso “Iniciação Profissional em Serviços de Comércio” é ministrado por voluntários na parte da manhã, de 8h às 12h, de segunda a sexta-feira.

Além da formação gratuita que iniciará em fevereiro, o jovem também recebe uniforme, transporte e alimentação (café da manhã na chegada e almoço na saída do curso). Os interessados precisam apresentar CPF e RG, cursar a partir do 7º do Ensino Fundamental e a ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa.

E o principal: ter vontade de se preparar para o mercado de trabalho. Essa vontade Geizivânia Freitas dos Santos conhece bem. Ela participa da formação neste ano e na reta final do curso vive a ansiedade para trabalhar. “A expectativa está grande e também já pinta a saudade dos colegas que convivi neste ano, que se tornaram amigos. Foi um ano muito diferente que acordava com vontade de aprender, de me descobrir. O Pescar me ajudou a sonhar com meu futuro. Antes me sentia perdida, agora sei o que quero! Quero fazer faculdade e cursos técnicos.”, disse a jovem de 18 anos, que já completou o Ensino Médio.

Outro jovem que agarrou a oportunidade para entrar no mercado de trabalho por meio do Projeto Pescar foi Everson Araújo. Ele participou da primeira turma (2016), que acolheu os jovens que moravam no bairro Altamira. “Um dia antes da formatura eu já estava contratado no BANPARÁ. E a experiência está incrível porque eu convivia com jovens e parecia que tudo era brincadeira. Hoje eu convivo com adultos, tenho que me comportar com seriedade e profissionalismo. E o Projeto Pescar foi fundamental para essa preparação. Atualmente temos encontros mensais que recebemos feedbacks enviados pela empresa e buscamos melhorar sempre”, explicou o jovem que tem 17 anos e está no 1º ano do Ensino Médio.

Quem quer viver essa experiência como Geizivânia e Everson precisa se movimentar e rápido. As inscrições são feitas pela internet até amanhã (15) no link: http://site.projetopescar.org.br/inscricoes/ . Logo depois, buscar a unidade do Pará, que está localizada em Parauapebas. Se o jovem não tiver acesso à internet, pode fazer pessoalmente na sede que fica na Rua B, 346, Cidade Nova. Mais informações pelo telefone (94) 99289-9638.

O processo seletivo acontece em 4 etapas: inscrições, logo depois a análise dos inscritos, em seguida entrevista individual com o candidato e a última etapa é a visita domiciliar. A divulgação do resultado dos selecionados deve acontecer até 15 de dezembro.

Sobre o Projeto Pescar:

O Projeto Pescar é uma franquia nacional que surgiu em Porto Alegre quando o empresário Geraldo Linck, em 1976, presenciou a agilidade de um jovem durante um assalto. Nesse momento ele lembrou do provérbio chinês: “Se quiseres matar a fome de alguém dá-lhe um peixe. Mas, se quiseres que ele nunca mais passe fome, ensina-o a pescar”, e abriu a porta da empresa para ensinar a 15 jovens uma profissão.

Ao longo desses anos, o Projeto Pescar está presente em 11 estados brasileiros e já tem unidades também no exterior: Argentina, Peru e Angola.

No Pará, a única unidade está em Parauapebas e é abraçada pelo Laboratório Aliança, que é o mantenedor empresarial.

Em dois anos, a unidade já capacitou mais de 30 jovens. Em 2016, os jovens selecionados foram do bairro Altamira. E neste ano, são jovens do Complexo VS10.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!