Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Superintendente e Comandante da PM no sul do Pará são homenageados durante solenidade do Programa de Redução a Criminalidade em Belém

Na manhã desta terça-feira, 21, gestores do Sistema de Segurança Pública realizaram homenagem a dez policiais militares e dez policiais civis, durante solenidade alusiva ao encerramento do Ciclo 2015.1 do Programa de Redução a Criminalidade (Prec), no auditório da Secretaria de Planejamento do Estado do Pará (Seplan). O evento comemorou a redução nos índices de criminalidade em dez Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) do Estado do Pará.

Durante o evento, cerca de 400 agentes de segurança receberam certificado de participação e agradecimento dos resultados obtidos em relação a diminuição dos principais tipos de delitos como homicídio, latrocínio e roubo, nos municípios do Estado, sendo eles Soure, Paragominas, Breves, Tucuruí, Redenção, São Felix do Xingu, Abaetetuba, Capanema e Altamira.

Miranda

Entre os agraciados estavam o delegado Antônio Miranda (foto), superintendente da Polícia Civil do Araguaia Paraense, com sede em Redenção, e o Coronel Oliveira (foto), comandante regional da 13ª RISP, onde graças as ações de repressão ao tráfico de drogas, com a locação de servidores em locais estratégicos e as operações na zona rural – onde via de regra o policiamento é fraco – e reforçando o policiamento nas vilas, o crime de homicídio doloso, que serve como parâmetro para criminalidade, foi reduzido em 20% na região.

O evento contou comas as ilustres presenças do secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, General Jeannot Jansen, do comandante geral da PM no Pará, coronel Campos, e do delegado geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino de Souza, além de autoridades das polícias civil e militar e agraciados.

O Projeto Piloto 2013 do Programa de Redução da Criminalidade foi implantado em outubro de 2013, na Região Metropolitana de Belém, visando estabelecer e regular o modelo de gerenciamento para a redução da criminalidade na RMB, a ser operacionalizado pelas instituições diretamente envolvidas no programa (Segup, Polícia Militar e Polícia Civil). Em janeiro de 2014 o programa passou a funcionar em todas as regiões 15 integradas de Segurança Pública do Estado (Risps).

O programa se baseia em metas de redução de crimes (Indicadores de Criminalidade) previamente fixadas e estabelecidas para cada Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), com responsabilidade compartilhada pelas Polícias Militar e Civil, por meio das coordenadorias colegiadas.

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta