Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Tião Mianda assume, vai trabalhar e deve decretar Situação de Emergência no lixo

Novo prefeito de Marabá assume pela primeira vez a depressão em público.

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

Conforme divulgado em primeira mão aqui no blog, o prefeito eleito de Marabá “rasgou” a Carta de Renúncia que havia entregue na sexta-feira, 30, e decidiu assumir o cargo neste domingo, 1º de janeiro de 2017. A cerimônia de posse durou 3h50 e foi marcada por muitas expressões de encorajamento a Miranda, que pela primeira vez assumiu publicamente sofrer de depressão.

Junto com Tião Miranda, seu vice Antônio Carlos Cunha Sá, delegado licenciado da Polícia Federal, assumiu garantindo que vai estar ao lado do titular da pasta para, juntos, resgatarem o passivo financeiro e a imagem do município, que “anda muito desgastada há oito anos”.

Questionado se vai mesmo decretar situação de emergência, o prefeito Tião Miranda disse que isso deve acontecer especificamente em relação ao lixo. Afirmou que não vai manter a empresa que realizava o serviço no município e que a Prefeitura deverá assumir a gestão da coleta. Enquanto não adquire caminhões compactadores, Tião deve decretar ainda esta semana Situação de Emergência para contratação de máquinas para efetuar essa tarefa o mais rápido possível.

Sobre a lista dos nomes dos novos secretários, Tião confessou que a indefinição se ele assumiria ou não a prefeitura nos últimos dias impediu que terminasse de compor seu grupo de trabalho no primeiro escalão do governo, o que deve acontecer ainda esta semana. Secretarias como Cultura, Finanças e Assistência Social ainda estão sem titulares.

O vice Toni Cunha reconheceu à Reportagem que a depressão quase impediu Tião de assumir a Prefeitura, e revelou que foi preciso ele e outras pessoas o convencerem da necessidade de irem à cerimônia de posse. “Até 3 horas da tarde de domingo ele ainda não estava 100% seguro. Fui à casa do Tião e disse a ele que vestisse o paletó porque eu só iria à posse ao seu lado. Ele ficou animado e viemos”, confessou.

Em relação à depressão, Tião disse que o momento em que vive é difícil. “Quem tem essa doença não comanda sua cabeça e mesmo nos momentos mais difíceis o Toni esteve ao meu lado.  Senti uma corrente de oração muito positiva. Quero ver uma Marabá melhor para as pessoas viverem. Vou fazer o melhor para a minha cidade. Nossa equipe de funcionários e secretários é preparada. Tenho o interesse de fechar minha biografia política de uma forma positiva”.

Alfinetada

Toni Cunha usou a tribuna para, indiretamente, dar umas alfinetadas no segundo colocado nas eleições municipais, Manoel Veloso, dizendo que este usou as redes sociais para tripudiar do sofrimento do Tião, “em uma atitude vil e descompromissada com Marabá”.

Composição da Mesa Diretora da CMM

Os vereadores entraram em consenso para apresentar apenas uma chapa para concorrer à Mesa Diretora da Câmara, que ficou definida com Pedro Correa Lima como presidente; Irismar Araújo Melo vice-presidente; Paulo Sérgio do Rosário Varela segundo vice-presidente; Cristina Mutran como primeira secretária; Alecio Stringari como segundo secretário; e Edinaldo Machado como terceiro secretário.

Comentários ( 3 )

  1. Ulisses:
    1º Ele não rasgou a carta, pois é um documento oficial e foi protocolado,portanto, ela deve está arquivada ( sem efeito);
    2º Se ele foi convencido 100% uma hora antes da posse, o Dr Manuel Veloso pode correr atrás do proticolo de renuncia, pois nao daria tempo de ter renunciado o mandato de deputado estadual, logo ele acumulou dois cargo no mesmo dia, será impedido e pode haver novas eleições.

  2. Decretou calamidade no lixo! Hum isso indica que não precisa licitação, certo ??? Já podemos deduzir que tem alguma treta ???? Será ???

Deixe uma resposta