Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Tião Miranda revoga renúncia ao cargo de prefeito e diz que assume logo mais a prefeitura de Marabá

Câmara já tem o "Plano B" caso Tião apareça para tomar posse

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

A volta dos que não foram. Assim poderia ser definido o novo capítulo da conturbada posse do prefeito de Marabá. “O Leão vai descer a montanha”. Essa frase foi dita por Tião Miranda a alguns amigos na noite deste sábado, na virada do ano, e era o prenúncio de que o deputado estadual Sebastião Miranda Filho voltou atrás e “desistiu de desistir” da renúncia do cargo de prefeito. Ele havia protocolado um dia antes, na sexta-feira, dia 30, uma carta desistindo do cargo para o qual tinha sido eleito em 2 de outubro último.

Ainda na noite de sábado, Tião chamou um grupo de correligionários e anunciou que vai assumir, sim, o cargo. Em seguida, chegou à sua residência, na Rua Cuiabá, número 95, Bairro Belo Horizonte, o vice-prefeito Toni Cunha, que não gostou nada do posicionamento de Miranda e chegou a ameaçar deixar o mandato de vice, caso Tião assuma. Isso porque Toni já havia, naquele mesmo dia, tentado acalmar a população através de uma entrevista coletiva e dialogado como futuro prefeito com um grupo de vereadores eleitos. Mas logo chegou a turma do “deixa disso” e depois os ânimos se acalmaram.

A história começou a circular na manhã deste domingo nas redes sociais. A um aliado de primeira hora, Tião disse que “tenho até 16 horas para definir se assumo ou não”. Para esse interlocutor de Miranda, essa é uma demonstração do que a depressão está fazendo com ele. “Como político, desejo muito que Tião assuma, mas como amigo pessoal dele, eu não quero isso e acho que ele não deveria assumir”, afirmou.

Diante do novo posicionamento de Tião Miranda, o presidente da Câmara Miguel Gomes Filho, determinou que o Cerimonial faça um roteiro paralelo, para caso Tião Miranda apareça e decida assumir o cargo. O conteúdo do texto acessório ficou pronto por volta de 11 horas deste domingo.

A notícia da possibilidade da posse de Tião no cargo de prefeito está se alastrando pelas redes sociais, com posicionamentos mais controversos possíveis.

VELOSO NA COLA
A renúncia de Tião Miranda dominou os bastidores políticos desde quinta-feira, dia 29 de dezembro de 2016. O segundo colocado nas eleições de 2 de outubro para prefeito, o médico Manoel Veloso, considerou a decisão de Miranda injusto para o processo eleitoral. Procurado pela Reportagem do blog neste sábado, ele disse que “estou ouvindo juristas e em contato com o partido (DEM). Este fato da renúncia sugere fortemente uma manipulação eleitoral. Acredito que vamos provocar a justiça para uma investigação sobre uma possível fraude

Comentários ( 3 )

  1. Que bagunça! Tião não vai aguentar. A depressão gera essas instabilidades de comportamento e humor. Se assumir, daqui alguns dias ou semanas ele pede renúncia e a insegurança continua Marabá.
    Toni assume logo ou se convoca novas eleições.

  2. Qual é a do Tião?ou kga ou desocupa a moita!Cara vacilão,depois de Maurino,Salame,Marabá tem que aguentar esse tipo de gente?Assim fica difícil,esse cara é bipolar ou bebeu querozene?

Deixe uma resposta