Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!

Paysandu perde para o Vila Nova-GO e Dado Cavalcanti é demitido do comando técnico

O Papão chegou a empatar, mas levou o gol de desempate aos 50 minutos do 2° tempo
Continua depois da publicidade

O Paysandu Sport Club segue sua rotina de derrotas no Campeonato Brasileiro da Série B. Em partida realizada na noite desta quinta-feira (12), o Papão foi derrotado pelo Vila Nova-GO, por 2 a 1, em pleno Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, pela 15ª rodada da competição nacional.

Os gols da partida só saíram na segunda etapa. O Tigre saiu na frente com o gol de Ramon, aos oito minutos. O Papão foi para cima e chegou ao empate. O árbitro assinalou um pênalti em cima do zagueiro Diego Ivo. O meia-atacante Pedro Carmona cobrou com categoria e deixou tudo igual, aos 38 minutos. Em uma falha da zaga bicolor, Alex Henrique estufou as redes, aos 50 minutos, dando a vitória para o Tigre, que assumiu a vice-liderança com 26 pontos.

O resultado negativo irritou a Fiel Bicolor, que pediu a saída do técnico Dado Cavalcanti do comando alviceleste. Com a derrota, o Papão segue estacionado com 17 pontos e na 12ª posição, mas podendo cair na classificação até o término da rodada.

O Paysandu volta a campo diante do Oeste-SP, no sábado (21), às 19h, na Arena Barueri, em partida válida pela 16ª rodada da Série B.

Em uma nota oficial divulgada no site do Papão, a diretoria confirmou a saída de Dado Cavalcanti. “O Paysandu Sport Club informa que Dado Cavalcanti não é mais técnico da equipe de futebol profissional bicolor. O clube agradece ao treinador pelos seus serviços prestados”.

O jogo: Papão 1 x 2 Tigre –  Dado Cavalcanti não é mais o técnico do Paysandu!

O Paysandu entrou em campo pressionado pelos últimos resultados na Série B. O time do Papão tentou abrir o placar quando Pedro Carmona cobrou falta, o zagueiro Diego Ivo desviou e a bola foi para fora. Em outra cobrança de falta, o meia Pedro Carmona mandou direto para o gol e a bola se perdeu pela linha de fundo. Após bola na área, Mateus Anderson do Vila Nova caiu e pediu pênalti para o time goiano e o árbitro mandou seguir o jogo.

Com poucos lances de perigo com a bola rolando, a alternativa estava sendo na bola parada. Pedro Carmona cobrou falta venenosa cheia de curva, o goleiro Mateus Pasinato afastou o perigo de soco. Na segunda etapa, o Tigre começou melhor. O zagueiro Diego Giaretta arriscou um chute de fora da área, mas mandou para fora. Aos oito minutos em um contra-ataque, Ramon recebeu na área e mandou para o fundo do barbante do goleiro Renan Rocha, 1 a 0, Vila Nova.

Veja também:  Em um jogo dramático, Paysandu empata contra o Juventude na Curuzu

O clima esquentou no Estádio da Curuzu após o gol do Vila Nova. Depois de receber o segundo cartão amarelo, o goleiro Mateus Pasinato foi expulso de campo pelo árbitro Alinor Silva da Paixão, do Mato Grosso. O goleiro saiu provocando a torcida do Paysandu que respondeu com muitas vaias para o arqueiro do Tigre. O zagueiro Edimar falhou, a bola ficou com Ramon que disparou para fora, perdendo a grande chance de ampliar para o Vila Nova.

O Papão com um jogador a mais foi para o abafa e conseguiu um pênalti. Após bola na área, o zagueiro Diego Ivo foi derrubado e o árbitro não titubeou e assinalou penalidade máxima para o time paraense. Pedro Carmona cobrou com categoria e deixou tudo igual, aos 38 minutos, 1 a 1. O jogador Elias do Vila Nova, que estava no aquecimento, reclamou com a arbitragem e acabou sendo expulso.

O time goiano tentou surpreender com uma bola na área, Naylhor desviou e quase desempatou o jogo. O árbitro assinalou mais nove minutos de acréscimo. O Paysandu foi para cima tentar a vitória e esqueceu de proteger a defesa. Em uma cochilada da zaga bicolor, Alex Henrique não perdoou e matou o jogo aos 50 minutos, 2 a 1, Vila Nova, para o desespero da Fiel Bicolor. Placar final: Paysandu 1 x 2 Vila Nova. Após o término da partida a torcida pediu a saída do técnico Dado Cavalcanti. Uma confusão foi registrada fora do Estádio da Curuzu após correria e com direito a tiros.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Renan Rocha; Maicon Silva, Edimar, Diego Ivo e Mateus Muller; Nando Carandina (Alan Calbergue), Renato Augusto e Thomaz; Claudinho (Mike), Moisés (Renan Gorne) e Pedro Carmona. Técnico: Dado Cavalcanti

VILA NOVA: Mateus Pasinato; Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta e Hélder; Geovane, Moacir, Mateus Anderson (Rafael Santos), Alan Mineiro (Naylhor) e Reis; Ramon (Alex Henrique).Técnico: Hemerson Maria

Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT)

Assistentes: Marcelo Grando (MT) e Renan Antônio Angelim Rodrigues (MT)

Cartões amarelos: Renato Augusto e Thomaz (Paysandu); Mateus Pasinato, Maguinho, Hélder, Alan Mineiro, Mateus Anderson e Rafael Santos (Vila Nova)

Cartões vermelhos: Mateus Pasinato e Elias (Vila Nova)

Gols: Ramon, aos oito minutos do 2° tempo para o Vila Nova; Pedro Carmona, de pênalti, aos 38 minutos do 2° tempo para o Paysandu; Alex Henrique, aos 50 minutos do 2° tempo para o Vila Nova

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém

Renda: R$ 37.395,00

Pagantes: 2.347

Sócio Bicolor: 1. 382

Credenciados: 1.164

Total: 3.512

Deixe uma resposta