Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Perfil

Conheça quem são os gestores de Parauapebas (parte 3)

Saiba quem são João Corrêa (Seplan), Isaías de Queiroz (Seden) e Rafael Ribeiro (CMJ)

Os titulares das secretarias municipais de Planejamento e Desenvolvimento e da Coordenadoria Municipal de Juventude são apresentados nesta terceira matéria de perfil dos gestores municipais.

Seplan

O novo ocupante da pasta de Planejamento é João José Corrêa, 52 anos, casado há 33 anos, pai de dois filhos e avô de dois netos. Nascido em Barbacena Minas Gerais, atuou em Parauapebas e região desde a época das cantinas comunitárias, na década de 90, mas tem residência fixa no município desde 2010.

Pedagogo, com uma pós-graduação em História da Educação, outra em Cooperativismo, João Corrêa cursa agora sua terceira pós, na área de Economia Solidária. Em seu histórico profissional consta seu trabalho na FUNAI, nas áreas de desenvolvimento econômico, contabilidade e finanças e Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE), como Técnico em Educação não formal, Coordenador da Equipe Local de Marabá, Coordenador de Núcleo do Programa regional Amazônia e Coordenador Adjunto do Programa Amazônia. Atuou como Assessor Parlamentar na ALEPA e na Câmara Municipal de Marabá.

Atualmente sem partido, João Corrêa aponta os seguintes desafios à frente da Seplan: reorganizar a secretaria de Planejamento e Gestão; articular as diversas secretarias em metas e ações; construir coletivamente um processo de planejamento, monitoramento e avaliação do orçamento e das ações desenvolvidas pelo governo; oportunizar a participação dos conselhos e organizações sociais; fortalecer a relação com a Câmara Municipal.

Seden

O empresário Isaías de Queiroz França, conhecido como Isaías da Pioneira foi o escolhido para assumir a Secretaria de Desenvolvimento. Natural de Itaituba, no Pará, reside há 15 anos em Parauapebas, onde atua no segmento de auto escola. Tem 40 anos, é casado e pai de dois filhos. Iniciará agora um curso superior na área de administração.

Em função dos resultados alcançados nas urnas durante as últimas eleições, Isaías foi o indicado pelo PEN, seu partido, para ocupar a pasta. Ele se candidatou a vereador e obteve 1.370 votos em sua primeira tentativa para conseguir uma vaga na Câmara Municipal.

Seu principal desafio à frente da pasta é trabalhar na contribuição do desenvolvimento de novas matrizes econômicas para o município. Para alcançar tal objetivo, o novo gestor tem visitado o Pólo Moveleiro, de Gemas e Jóias e o Distrito Industrial para entender como estão os trabalhos e levantar as principais carências. Já identificou, por exemplo, a urgência em retomar a parceria com a Vale, que tem madeira para ser destinada gratuitamente aos empreendedores do Pólo Moveleiro.

O Plano Municipal de Turismo, que a gestão passada deixou encaminhado, também deverá ser retomado para que esse segmento seja fortalecido na cidade, com o objetivo de gerar emprego e renda. E a meta do novo gestor é também fortalecer o Banco do Povo e aumentar ainda mais os incentivos aos pequenos empreendedores.

CMJ

A Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ) é um órgão que se perdeu ao longo dos últimos anos. Prova disso é que por falta de projetos, os recursos do seu orçamento foram devolvidos ao gabinete, pasta à qual é vinculado, e decresceu vertiginosamente. Em 2012 o orçamento da CMJ era de R$ 2,7 milhões já para 2017 está previsto um orçamento de R$ 311 mil.

E quem tem o desafio de resgatar o órgão e fazer com que desenvolva um papel social importante voltado para a juventude é o jovem Rafael Ribeiro Oliveira, que, apesar de ter apenas 23 anos, tem uma história de vida impressionante. Nascido em Parauapebas, casado e com um filho, Rafael Ribeiro cursa graduação em administração.

Seu histórico profissional inicia aos sete anos de idade quando começou a vender jornal, atividade que exerceu até os 11 anos, paralelo com a venda de picolé. O perfil de liderança também foi despertado cedo, quando na quarta série do ensino fundamental se tornou líder de turma e seguiu implantando grêmio nas escolas que estudava e lutando pelos direitos dos estudantes. Aos 18 anos se candidatou a vereador e conseguiu 518 votos. Nas últimas eleições alcançou a marca de 988 votos e é o primeiro suplente do PMDB.

Em suas propostas de trabalho está o desenvolvimento de parcerias para a criação do Centro de Referência para o Jovem e a Casa do Trabalhador Jovem, que possibilitará capacitação e qualificação profissional para inserção desse público no mercado de trabalho. Além disso, o fortalecimento de grêmios e entidades estudantis e de atividades culturais que envolvem o público juvenil, principalmente nas regiões periféricas do município.

Mas, antes disso tudo, Rafael Ribeiro terá que estruturar sua equipe de trabalho, já que recebeu um quadro de apenas nove servidores, todos efetivos no cargo de auxiliar administrativo. Segundo ele, parcerias com outras secretarias já estão sendo desenvolvidas no sentido de compor uma equipe multidisciplinar para contribuir com os trabalhos, entre eles profissionais nas áreas de assistência social, psicologia e pedagogia.

Leia também: 

Conheça quem são os gestores de Parauapebas (parte 1)

Conheça quem são os gestores de Parauapebas (parte 2) 

Deixe uma resposta